12
dez

Transparência Internacional não recebeu repasses da J&F, diz procuradora a Aras

A subprocuradora-geral Samantha Dobrowolski, coordenadora da Comissão de Acordos de Leniência e Colaboração Premiada na PGR, rebateu Augusto Aras e afirmou que nunca houve pagamentos da J&F à Transparência Internacional em meio ao acordo da empresa com o MPF.

O PGR havia mandado um ofício à 5ª Câmara de Combate à Corrupção da procuradoria dizendo que a entidade teria um papel na administração de R$ 2,3 bilhões, do total de R$ 10,3 bilhões previstos como multa à holding.

A Transparência negou, em nota, ter recebido recursos, e a própria subprocuradora-geral escreveu que a ONG “não recebeu e tampouco receberá qualquer ripo de remuneração pela assistência prestada” no acordo de leniência da J&F.